• Dr Alessandro Prudente

Brochei! E agora? (Texto)

E quando, na hora “H”, o pênis não fica duro (rígido) o suficiente para fazer sexo? Às vezes, ele até fica duro, mas não segura até o final e já começa a amolecer (perder a ereção) antes de terminar a relação? Na próxima vez que você vai tentar fazer sexo, só vem a lembrança e a preocupação se vai acontecer novamente. Você sente vergonha da mulher, se acha o pior homem do mundo. Sente-se revoltado e ainda acha que é o único homem do planeta que não está conseguindo ter uma boa relação sexual. Afinal de contas, todos os amigos só contam vantagem e poucos têm coragem de admitir que já passaram por situações difíceis como essa.

Se você se identificou com essa história (ou conhece um amigo de um amigo seu que passa por isso...), então não perca esse e os textos seguintes, meu prezado leitor.

Agora, se você é uma mulher que já passou pela situação de ver seu parceiro “não comparecer” e você não entendeu bem porque isso estava acontecendo, não sabia bem como agir ou até chegou a se sentir culpada ou desconfiada, será que não está na hora de saber mais sobre os “mistérios” que envolvem a sexualidade do homem?? Isso mesmo, existem muitos estudos científicos a esse respeito e, embora aprendamos todos os dias, muito já se sabe sobre o funcionamento da ereção masculina, sobre as causas dos seus problemas e, ainda bem, sobre algumas possíveis soluções para essa situação.




Primeiramente, vamos entender alguns conceitos. A disfunção erétil (impotência sexual) é a dificuldade para atingir ou manter a rigidez do pênis durante uma relação sexual. Portanto, isso é diferente da redução do desejo sexual (perda de libido), quando o homem não tem interesse por ter uma relação sexual. Também é diferente da ejaculação precoce, ou seja, quando o homem atinge o orgasmo e a ejaculação logo no início da relação sexual e depois perde a ereção. A perda de rigidez do pênis que ocorre após o homem ejacular é natural e esperada, pois o organismo leva um tempo para se recuperar e se preparar para uma nova relação sexual.

Também é verdade que, embora nós tentamos diferenciar esses conceitos para facilitar o entendimento, é bastante comum que esses sintomas se misturem e um pode acabar facilitando o aparecimento do outro e o tratamento deve ser sempre para o problema sexual como um todo, depois que conseguimos entender detalhadamente de que maneira isso está acontecendo para aquele paciente especificamente.

As causas mais frequentemente associadas aos problemas sexuais são o consumo de cigarros, o diabetes, a hipertensão e a obesidade, entre outros. Além disso, os problemas psicológicos aparecem tanto como causa quanto como consequência da impotência sexual. Quer saber mais? Não perca o próximo capítulo dessa série!!! Enquanto isso...Procure seu Urologista!!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Agende sua Consulta
Itajaí
Clínica Médica Fazenda
(47) 3348-8855
(47) 9 9769-7653
Av. Sete de Setembro, 2087,
Fazenda, Itajaí - SC
Outros Canais 
LinkedIn